A VIDA É O QUE FAZEMOS DELA!

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Resident Evil 4




















Resident Evil 4












Depois de começar como um título exclusivo para GameCube, "Resident Evil 4" comprou
passagem para o PlayStation 2 e promete reinventar o gênero horror e sobrevivência.

Fãs da série que acompanham a eterna luta entre os agentes da S.T.A.R.S. (e seus familiares e conhecidos) e a maligna corporação Umbrella ficaram ansiosos pela revelação de quem seria o protagonista do game e quais perguntas seriam respondidas. O escolhido foi o saudoso Leon S. Kennedy, o recém-recrutado policial de Raccoon City que observou em primeira mão os efeitos do vírus zumbificador.

"Resident Evil 4" se passa em 2004, seis anos depois dos eventos de "Resident Evil 2". De acordo com o enredo a corporação Umbrella teria desaparecido e, com ela, os zumbis. Leon é contratado como guarda-costas da filha do presidente dos EUA, mas antes de começar o serviço ela é raptada e levada para uma vila na Europa.

Lá, ele é caçado pelos habitantes locais - que não parecem ser zumbis, mas tentam matá-lo enquanto estão em transe. Essas pessoas não são burras como os antigos inimigos da série, porém, e estão armadas com diversas ferramentas usadas em fazendas. Fãs dos mortos-vivos não precisam se preocupar - eles estão no game... mas agora é mais difícil dizer quem vai ajudar e quem vai matar você.

A nova versão oferecerá diferentes opções de câmera. O padrão coloca Leon ocupando o canto esquerdo da tela e acompanhando ele muito próximo, oferecendo algo semelhante ao visto em "Splinter Cell", mas com toda a versatilidade de um jogo de tiro em primeira pessoa - apesar do controle permanecer quase inalterado.

Como o protagonista ocupa boa parte da tela, o jogo deve rodar apenas com tela de cinema, em formato 16x9. Se a sua televisão não for Widescreen, o software deve rodar com faixas pretas para simular esse formato. A nova tela traz energia e quantidade de balas sem a necessidade de abrir um menu.

Leon terá alguns bons truques à sua disposição - o mais prático deve ser a adição de um botão de ação, que permite ao herói realizar tarefas como saltar por janelas, empurrar escadas cheias de inimigos ou até chutar oponentes para ganhar tempo.

Como a mira poderá ser feita com uma precisão muito maior devido à câmera, será possível acertar partes específicas do corpo dos inimigos, causando reações diferentes. Esses truques serão bem úteis: os habitantes locais que se provarem hostis (nem todos são) podem arremessar suas armas, cabendo a Leon se desviar ou acertar elas com um tiro no ar.

Os gráficos impressionam, com rostos tão detalhados quando os do remake do primeiro "Resident Evil", fundos totalmente tridimensionais e muitos inimigos na tela ao mesmo tempo. Uma surpresa para os fãs da série: nada de vídeo pré-renderizado - será tudo feito no mecanismo usado na parte interativa.

A espera extra pelo jogo - "Resident Evil 4" sai no GameCube com quase um ano de antecedência - será compensada com conteúdo. Entre as novidades exclusivas para PlayStation 2 estão novas roupas para os personagens, arsenal ampliado e algumas cenas não interativas inéditas

DIABLO 2




A História Original

Na primeira aventura o jovem filho do Rei Leoric havia sido capturado na cidade de Tristam, levando seu pai à loucura em sua busca e todo o seu exército e a cidade de Tristam à danação no processo. Durante o decorrer da história, através dos tomos que você fatidicamente encontraria pelo caminho, histórias mais aterradoras seriam contadas, como a Guerra do Pecado, as pedras da alma, A História dos Três e mais especificamente, sobre Diablo.
Entrando no inferno com determinação, o herói finalmente conseguiu chegar a Diablo, que estava fraco e incapaz de manifestar a maior parte de seus poderes devido ao corpo frágil no qual se manifestara, o do jovem príncipe capturado. Mesmo assim, as hordas de inimigos demoníacos e a fração do poder do grande lorde do terror foi mais que suficiente para exigir o máximo do grande herói, que depois de muito combate conseguiu derrotar a fera maligna.
No entanto, a pedra da alma que aprisionava a essência de Diablo estava danificada, e não mais poderia conter o demônio. Num ato de desespero, o grande herói optou pelo sacrifício e enterrou a pedra da alma em sua fronte, esperando ser forte o suficiente para conter tal mal. Que o corpo do heróico lutador fosse a prisão eterna do senhor do terror!
E foi assim que Diablo venceu.

O Novo Começo

Cego perante o objetivo de acabar com o mal que assolava Tristam, o herói não conseguira perceber que ele havia feito exatamente o que Diablo planejara. Mesmo que o grande herói fosse forte o suficiente para conter um demônio primordial, eventualmente ele ficaria velho e fraco, e esta seria a hora em que ele começaria sua ofensiva final, e a humanidade estaria perto do xeque-mate.
E o planejado dia chegou. Com o espírito enfraquecido, a possessão do corpo do herói, agora uma amargurada criatura de alma condenada, ficou possível. Manifestando uma pequena fração de seus poderes e destruindo parte de um vilarejo, Diablo toma o controle e faz a sua próxima jogada, viajando para o leste.
Não é preciso enxergar muito longe para descobrir os reais objetivos dessa jornada. A leste de Tristam, nas cidades de Lut Gholein e Kurast, encontram-se mais duas pedras da alma, contendo as essências dos irmãos de Diablo: Baal e Mefisto. Libertando os irmãos, os três demônios primordiais reinariam absolutos sobre o mundo, trazendo o inferno aos humanos.
Mas sob as trevas da dificuldade, surgem cinco heróis dispostos a parar Diablo de uma vez por todas, dispostos a seguí-lo aonde ele for e detê-lo da maneira que for possível. No entanto, o seu primeiro desafio será passar do Monastério das Sisters of the Sightless Eye, dominado pelo demônio Andariel, liberando a estrada para o oriente. Conseguirão eles? É aqui que o jogo começa.





Jogaço! Mesmo com gráfico menos atraentes que os de 3D do gênero, prende o jogador por horas...viciante.
Personagens incríveis, jogabilidade, conforme os níveis, fácil....este jogo permite-nos viajar...escolhendo nosso personagem dentre 5 opções, com armas e características específicas, podemos jogar com os 5 se quisermos, pois pode-se salvar o jogo e reiniciar com outro personagem, sem prejuízo dos outros que tenhamos....muito show! Porém...esse jogo, a meu ver, tem 2 problemas, inexistente em similares: 1º: O mercador, com quem negociamos e vendemos artigos ganhos nas batalhas, fica APENAS no Acampamento de Sangue e isso é muito chato, pois se já estivermos na 6ª missão, por exemplo, temos de voltar todo o caminho, correndo, até o Acampamento, negociar e depois voltar correndo, novamente, para o nível que estávamos....isso é um porre, ou usar os pergaminhos, mas guardar ocupa lugar na mala ,então...! E, 2º: Se você morre, em qualquer momento ou nível, PERDE TUDO, fica sem nenhuma arma, dinheiro, mana, energia....zerado....Isso dá raiva, porque o personagem as vezes está completo, armadura, armas etc....e acabamos nos desligando na movimentação ( tem muita ação e lutas ) não recarregamos energia, e morremos ....a dica é ficar de olho no índice energético, e se chegar na metade, recarregar; onde houver poços ou tótens, também recarregar. Embora sejam duas coisas chatas, o jogo não perde em nada. Como disse: JOGAÇO !

Devil May Cray 4




Devil May Cray


Devil May Cry (em tradução literal: Os Demônios Podem Chorar), é o primeiro de uma série de quatro jogos eletrônicos dos mesmos criadores de Resident Evil. Curiosamente, o primeiro dos quatro (este) seria o quarto jogo da série Resident Evil, mas como fugia um pouco do enredo dos anteriores, a Capcom decidiu criar esta nova franquia.



História


Em Devil May Cry você encarna o personagem Dante, um rapaz meio-demônio, meio-humano.
Há 2000 anos, a humanidade era submissa aos demônios, mas, um dia, um poderoso demônio simpatizou com os humanos e, sozinho, prendeu toda sua espécie no inferno. Esse demônio ficou conhecido como o Lendário Cavaleiro das Trevas Sparda.
Ele viveu entre os humanos, sem ser percebido, por quase dois milênios e teve dois filhos com uma humana chamada Eva. Seus filhos Dante e Vergil herdaram seus poderes. Sparda, deu a cada um deles uma espada de poderes sobrenaturais, e Eva deu, a cada um, um colar.
Um dia o senhor das trevas Mundus, aprisionado por Sparda (que já havia morrido), consegue libertar-se parcialmente por um tempo. Isso foi suficiente para matar Eva e Sparda, enquanto Dante e Vergil não poderam fazer nada além de assistir. O jogo inicia-se 20 anos após esse acontecimento.
Então, Dante já adulto e dono do seu próprio negócio de exorcismo - na verdade extermínio de demônios a domicilio - recebe a visita de uma misteriosa mulher loira (Trish), que diz ter saído do inferno pela passagem por onde em breve Mundus e todo o inferno passariam. Ela leva Dante a um castelo na ilha de Mallet que é habitado por diversos demônios. Dentre eles um se destaca: Nelo Angelo, um guerreiro de armadura preta que luta de maneira muito semelhante a Dante. Depois, Dante descobre que Nelo Angelo é seu irmão Vergil, que havia desaparecido e que foi possuído pelas forças das trevas. Ao derrotá-lo, Dante pega o colar do irmão. Este se junta ao colar de Dante e transforma sua espada na de seu pai.
A batalha entre Dante e Mundus se dá no inferno. Ao ver Trish ser atacada por Mundus, Dante libera todo seu poder demoníaco e torna-se imagem e semelhança de Sparda. Desse modo, ele derrota Mundus.Na batalha contra Mundus, Dante o enfrentará duas vezes: uma no ar e outra em terra.Mundus é um chefe difícil de se derrotar, pois seus golpes retiram muito sangue.Você o enfrentará na fase 22, chamada Legendary Battle, Batalha Lendária, se traduzirmos para o português.
Após isso, toda a ilha começa a ruir. Dante, enquanto corre para se salvar, cai, quando o piso da sala em que se encontrava desaba nas masmorras do castelo. Lá ele deve enfrentar Mundus mais uma vez, porém sem muitos poderes, pois não estava mais no inferno. Quase perdendo, Trish, que não havia morrido, surge e concede seus poderes a Dante, para banir Mundus do mundo dos humanos por alguns milênios. Trish e Dante conseguem escapar em um avião, que estava na sala cujo piso desmoronara.
A história termina com Dante e Trish trabalhando na sua loja de exorcismo que aparece no início do jogo, mas com uma diferença: no início a loja se chama Devil May Cry, enquanto no final se chama Devil Never Cry (demônio nunca chora).
O jogo possui 23 fases, algumas fáceis e outras bastante difíceis. Mas nada que um bom esforço não resolva.






Características


O que fez de Devil May Cry um clássico foi, além da excelente história e dos belos gráficos, a adaptação da jogabilidade 3D com a ação que só era experimentada, até então, em jogos 2D. Pela primeira vez elaborou-se um jogo completamente em 3D no qual o jogador atira, pula, luta com espadas, tudo isso em um ritmo muito acelerado. Os produtores encaixam-no em um novo gênero, o Stylish Crazy Action (ação louca e cheia de estilo, em uma tradução literal). Também se destaca a capacidade de jogar com Dante transformado em demônio, situação na qual é possível voar, soltar raios, chamas e utilizar diversos outros poderes sem que haja alteração nos comandos ou na jogabilidade.
O jogo ambienta-se em cenários predominantemente góticos, porém muito bonitos.
Dante possui aparência e atitudes semelhantes às de um rock star, o que se adequa perfeitamente à trilha sonora do jogo, geralmente composta de músicas instrumentais com guitarras e bateria. Em algumas situações, a música de fundo se altera para o canto lírico ou instrumentadas por órgão, para combinar com a história e o cenário que é apresentada ao jogador.
Destacam-se, também, as armas de Dante. São 3 espadas, um par de luvas e 5 armas de fogo. As espadas são a Force Edge (Sparda), Alastor, e Rebelion. A ultima é usada mais freqüentemente durante o jogo. Possui poderes elétricos e concede a Dante a capacidade de se transformar em um demônio completo. Alastor é o nome de uma figura mitológica grega, que também é conhecida como o Executor. A luva Ifrit possui poderes de fogo e seu nome provém de uma figura da mitologia árabe pré-islêmica. As armas de fogo não merecem tanta atenção, exceto pelas pistolas iniciais de Dante: Ebony e Ivory (ébano e marfim). Note que elas têm o nome de uma música dos Beatles, que tocavam o adorado rock de Dante. São duas pistolas .45acp, uma preta e outra prateada. As outras quatro armas de fogo são, uma espingarda calibre 12 de cano curto, um lança granadas, uma arma de arpão e uma arma dos demônios forjada no submundo, a Nightmare Beta.




*Nemo



Missões


Missão #01 : Curse of the Bloody Puppets (A Maldição dos Fantoches Sangrentos).
Missão #02 : Judge of Death (O Juíz da Morte).
Missão #03 : Destroyer of Ardor (Destruidor de Ardor).
Missão #04 : Dark Knight (Cavaleiro das Trevas).
Missão #05 : Guiding of the Soul (Orientador das Almas).
Missão #06 : Evil of the Waterways (O Mal dos Esgotos).
Missão #07 : Holding the Key of Ardor (Segurando a Chave de Ardor).
Missão #08 : The Legendary Dark Knight (O Lendário Cavaleiro das Trevas).
Missão #09 : New Strenght (A Nova Força).
Missão #10 : Canyon of Mist (Canyon de Névoa).
Missão #11 : Fate (Destino).
Missão #12 : Ghost Ship (Navio Fantasma).
Missão #13 : Abyss (Abismo).
Missão #14 : Deep Darkness & Towering Mountains (Escuridão Profunda & Montanhas Altas).
Missão #15 : Wheel of Destiny (Roda do Destino).
Missão #16 : Nightmare of Darkness (Pesadelo da Escuridão).
Missão #17 : Parted Memento (Memória Partida).
Missão #18 : Spirit Stone , "Elixir" (A Pedra Espiritual, "Elixir").
Missão #19 : Enter the Corrupt World (Entrando no Mundo Corrupto).
Missão #20 : Showdown With Nightmare (O Confronto Final com o Pesadelo).
Missão #21 : Living Cave (Caverna Viva).
Missão #22 : Legendary Battle (Batalha Lendária).
Missão #23 : Mother´s Guide (Que Minha Mãe me Guie).


*Vergil & Dante ( homeaem à Virgílio e Dane, da Divina comédia )


Inimigos menores

Marionette: Bonecos com a aparência dos antigos moradores da ilha, mas com demônios controlando-os.
Bloody Mari: Uma marionette especial, usando roupas feitas com o sangue dos antigos moradores da ilha.
Sin Scissors: Demônios de classe baixa, são bruxas fantasmagóricas armadas com tesouras.
Sin Scythe: Idem ao anterior, porém são um pouco mais fortes por carregarem uma foice em vez de tesoura.
Death Scissors: Demônios de um nível mais alto, são como os Sin's porém sua máscara é um crânio de boi.
Death Scythe: Idem ao anterior, só que com uma foice.
Shadow: Criaturas feitas de sombra, que lembram um tigre.
Beelzebub: Insetos gigantes.
Kyklops: São filhotes de Phamtom, muito parecidos com ele, porém não possuem o exoesqueleto de lava.
Blade: Criaturas da terra, são fortes mas não muito resistentes (principalmente contra a arma Grenadegun), e támbem podem submergir na terra.
Sargasso: Caveiras flutuantes, são fáceis de matar, entre elas existe uma principal, que é mais forte e resistente.
Nobody: Criaturas com quase nenhuma inteligência, são grotescas, quatrúpedes, e possuem um braço extra nas costas. são chamados assim devido a sua grande capacidade de sobrevivência.
Fetish: Na verdade mais um boneco, esse lembra um peixe, ele também lida com fogo.
Frost: Demônios feitos de gelo, são muitos resistentes, por serem de gelo a arma Ifrit é ideal contra eles.
Plasma: Criaturas feitas de eletricidade, possuem três formas: um morcego , Dante c/ Allastor e Dante c/ Ifrit. Têm um ataque especial que é um laser lançado pelos olhos.

Inimigos Centrais

Phamtom: Um demônio em forma de Aranha/Escorpião gigante, seu corpo é todo feito de lava.
Nelo Ângelo: É o que mais se destaca entre os servos de Mundus. Ele não diz uma palavra, apenas ri durante as batalhas. Posteriormente, o jogador descobre que ele é Vergil, quando deixa cair o pingente igual ao de Dante.
Griffon: Uma ave gigante de quatro cabeças com poderes elétricos; Mundus mata-o por ter falhado em matar Dante.
Nightmare: Um demônio da escuridão, ele tem sua forma como uma poça de lixo tóxico. Quando exposto a luz ele revela sua verdadeira forma, identica a arma do mesmo nome.
Mundus: O Senhor das Trevas, banido de Sparta a milênios atrás. Suas primeiras formas são três Orbs em uma organização triangular e uma estátua gigante, porém, Dante não o enfrenta nessas formas. A segunda forma é, na verdade, outra estátua parecida com um anjo; e a última é a de um monstro feito de lava capaz de sugar a vida de outros seres.







Download gratuito dos episódios do Anime Devil May Cray:
www.animetotal.com/downloadcenter/index.php?categoria=1&subcate...


Castlevania




Castlevania: Symphony of the Night é um jogo de ação-aventura 2D desenvolvido e distrubuído pela Konami em 1997. Seu título original em japonês é Akumajō Dracula X: Gekka no Yasōkyoku ; "Castelo Demoníaco do Dracula X: Noturno na Luz da Lua"). Ele é o 13º título da série Castlevania, sendo o primeiro a ser lançado para o console PalyStation.

Symphony of the Night foi uma obra importante para a série Castlevania. Ele levou a série a um novo patamar, diferente dos jogos de plataforma "estágio-por-estágio" dos títulos anteriores e introduziu um novo estilo de jogabilidade com elementos de jogos de RPG, o que foi simulado por muitos de seus sucessores na série. Uma forma semelhante e mais antiga deste tipo de jogabilidade foi usada em Castlavania II: Simon's Quest. O desenvolvimento destas características pode ser atribuído a Koji Igarashi, o diretor do jogo e atualmente o diretor de toda a série. Igarashi, um notável fã de jogos em 2D,foi fundamental em refinar a tabela de controles do jogo. Ele também estabeleceu o jogo como canônico à série Castlevania, em uma tentativa de entrelaçar vários fins de histórias na cronologia da série durante Symphony of the Night. Outros membros notáveis do time de produção incluem a designer de personagens Ayami Kojima e a compositora Michiru Yamane.
Em 1998, Symphony of the Night foi convertido para o console Sega Saturn pela Konami Computer Entertainment Nagoya, sido tal conversão lançada somente para o Japão, com conteúdo extra.
Em 2006, a Konami anunciou uma conversão para Xbox 360 da versão para PlayStation do jogo . Ele foi o primeiro título na Xbox Live Arcade a exceder a restrição de tamanho máximo de 50 MB para jogos de arcade (o limite foi elevado à marca de 350 MB desde então). Essa exceção para Symphony of the Night foi feita para "ter certeza de que a experiência da jogabilidade esteja o quão melhor possível".A versão para PlayStation Network, idêntica à versão para PS1, compatível com os consoles PsP 3 e PsP Portable, foi lançada no dia 19 de junho de 2007.



Alucard


Alucard é o personagem principal de alguns dos jogos eletrônicos que fazem parte da série Castlevania. Ele é o filho de Drácula com uma humana, portanto, um meio-vampiro. Ajudou um dos membros do maior clã de caçadores de vampiros, os Belmont, a derrotar seu pai, porém com o resurgimento deste, foi obrigado a despertar de um sono de 300 anos para impedir mais uma vez o mal de dominar a Terra. Ele tem cabelos brancos, e, no jogo, seu principal objetivo é destruir o Castlevania (o castelo do Drácula).
Um fato curioso é que o nome "Alucard" é o nome "Drácula" ao contrário, ou melhor, é escrito com o nome "Drácula" espelhado. Mesmo tendo servido ao pai por algum tempo, ele logo se deu conta de que os atos de seu pai estavam errados, e se juntou a Trevor Belmont em sua caçada. Sua arma é a ball of destruction, e ele não pode usar outro tipo de arma. Como Alucard nasceu como vampiro, seu poder especial é se transformar em um morcego e voar. Alucard também é conhecido como Adrian Fahrenheit Tepes e, depois de ajudar Trevor a derrotar seu pai, ele colocou a si mesmo em um sono, querendo dar um fim a maldição de sua família. Contudo, ele acorda mais uma vez para descobrir porque Richter Belmont (sucessor de Trevor) desapareceu no episódio "Symphony of the night".




História

Quatro anos após a batalha entre Richter e Drácula, a escuridão reaparece. O fantasma do sacerdote das trevas Shaft, morto por Richter, ressuscita com um novo plano para ressuscitar Drácula. Ele lança um feitiço em Richter, fazendo-o ficar sob seu domínio. Todos estes fatos fazem com que Alucard acorde de seu sono — o mesmo Alucard que se uniu a Trevor Belmont 300 anos antes em Dracula's Curse. Agora Shaft deve ser impedido por Alucard para que a humanidade seja salva. Durante suas andanças pelo castelo, Alucard encontra Maria várias vezes. Eles se ajudam e descobrem a origem do mal de Richter. Alucard salva Richter do encanto, manda o fantasma de Shaft de volta ao inferno e enfrenta seu pai. Alucard o derrota e decide sumir novamente. Neste momento, o chicote "Vampire Killer" é passado de Richter Belmont para a família Morris.




Drácula,pai de Alucard



Drácula

Dracula , cujo nome completo é Dracula Vlad Tepes, é um vampiro da série de Castlevania. Ele é o vilão principal da série e o último chefe de quase todos os jogos de Castlevania, sendo as únicas exceções o primeiro e último jogos da cronologia principal da série. Ele também foi conhecido como Mathias Cronqvist .
O Dracula de Castlevania é baseado no personagem criado por Bram Stocker, o que veio a ser bastante semelhante ao infame Vlad III Dracula de Valáquia. O Dracula de Castlevania possui características de ambos, mas ao invés de atacar donzelas este é apresentado controlando realidades inteiras com seus exércitos de demônios e como a encarnação do mal. Ele é, contudo, capaz de amar e se relacionar com outros (parte de sua personalidade do mal é composta pela perda de duas mulheres que ele amou), e, apesar de suas diferenças, ele gosta de seu filho, Alucard.



Richter Belmont



Trevor Belmont

Crematory




Crematory é uma banda de gothic metal e de death metal formada em Mannheim, na Alemanha, em 1991.


Biografia

Um ano depois de Marc e Felix se terem juntado á banda, é apresentada a primeira demo, Crematory, que conquistou de imediato os fans de gothic metal. Por esta altura, a banda começou a receber propostas de gravadoras.
Enquanto não chegavam a acordo com as editoras, iam dando uma série de concertos pela Alemanha, já com a participação de Katrin Goger como tecladista oficial, uma vez que tinha sido  apenas convidada para gravar a demo.
Em janeiro de 1993, motivados pelo apoio dos fans, iniciaram as gravações do primeiro álbum, já com o baixista Heinz Steinhauser. Transmigration foi apresentado em maio e um mês depois a banda foi reconhecida por várias revistas de metal.
Nos finais do ano a banda fez uma tourné com a banda My Dying Bride. Antes desta tourné, o baixista Heinz Steinhauser foi substituído por Harald Heine.
Nos inícios de 94 a banda começou a gravar o segundo álbum, …just dreaming. Em março a banda gravou videoclips para as músicas Shadows of mine e In my hands. Entre abril e setembro a banda esteve em tour, suportada pelas bandas Tiamat e Atrocity, 1995 foi o ano do lançamento do terceiro álbum da banda, intitulado Illusions.
Em dezembro do ano seguinte a banda começou a gravar um novo álbum, com canções em alemão. Mais tarde a banda assinou com a Massacre Records.
No ano seguinte a banda dedicou-se á promoção deste novo álbum, dando vários concertos pela Alemanha, Países Baixos e Bélgica, onde tocaram ao lado de bandas como Moonspell e The Gathering.
Depois do contrato com a Massacre Records, a banda fundou a sua própria gravadora, a CRC (Crematory´s Record Company).
Em 1997, em parceria com a Nuclear Blast, lançaram o álbum Awake.
Em fevereiro de 1999 lançaram o single Fly, que se tornou um enorme sucesso. Ainda neste ano, banda trocou o guitarrista Lotte por Matthias Hechler, que também é letrista.
Pouco depois a banda começa a preparar o próximo álbum: convidam os vocalistas Michael Rohr (Century), Kalle Friedrich (Giants Causeway) e Lisa Mosinski (Dark) para a gravação da música Poppy Fields. Act Seven entra para a 46º posição dos tops alemães.
Em 2000 a banda volta a apresentar um álbum, desta vez chamado Believe.
No ano seguinte, para assinalar o décimo aniversário da banda, é feita uma extensa tour, que inclui as primeiras canções da banda. Depois desta tour a banda decidiu terminar. Remind é o nome do décimo e último álbum da banda.
Em agosto de 2002, a gravadora Nuclear Blast contactou a banda para participarem no álbum The Four Horseman, um tributo á banda Metallica. A banda aceitou e fez um cover da música One.
Em 2003, devido ao sucesso do cover, foi pedido á banda que voltassem a gravar um álbum. Depois de algumas recusas, a banda cedeu ao pedido e o resultado chegou em 2004, com o álbum Revolution.
Em Janeiro de 2005 a banda começou a escrever material para um novo álbum, Klagebilder, com letras exclusivamente em alemão.
Em 2008 foi lançado o álbum Pray, o qual teve grande sucesso.
Em fevereiro de 2010 deve ser lançado o próximo álbum da banda. Foi anunciado o nome do novo álbum, Infinity, e a capa do mesmo, que está muito bonita.

 

Membros

Atuais

  • Gerhard "Felix" Stass - vocal gutural
  • Matthias Hechler - guitarra e vocais
  • Katrin Goger - teclados
  • Harald Heine - baixo
  • Markus Jüllich - bateria

Fundadores

  • Marc Zimmer - baixo, vocais
  • Heinz Steinhauser - baixo, vocais
  • Lothar "Lotte" Forst - guitarra, vocais

 

Discografia

Demo

  • 1992 - Crematory

 

Álbuns de estúdio

  • 1993 - Transmigration
  • 1994 - Just Dreaming
  • 1995 - Illusions
  • 1996 - Crematory
  • 1997 - Awake
  • 1999 - Act Seven
  • 2000 - Believe
  • 2004 - Revolution
  • 2006 - Klagebilder
  • 2008 - Pray
  • 2010 - Infinity

 

Ao vivo

  • 1997 - Live… At the Out of the Dark Festivals
  • 2001 - Remind
  • 2005 - LiveRevolution

 

Singles, EP's

  • 1996 - "Ist Es Wahr"
  • 1999 - "Fly"
  • 2004 - "Greed"

 

Coleção

  • 1999 - Early Years
  • 2001 - Remind




Site Oficial:


MySpace da Banda:

***

Lacrimosa





Lacrimosa é uma banda que mescla Heavy Metal, Música Clássica e Darkwave, idealizada na Alemanha por Tilo Wolff em 1989, lançando sua Demo-Tape Clamor em 1990. Em 1993 passou a contar com a presença da finlandesa Anne Nurmi, depois de ela ter participado com os teclados na turnê promocional do álbum Satura.
Seu estilo combina ramificações do Metal com a Música Clássica com utilização de instrumentos eruditos como piano e orquestra. A banda possui influências tanto de darkwave (primeiros três álbuns), quanto de Heavy Metal (Sapphire, do álbum Lichtgestalt e Liebesspiel, do álbum Fassade, entre outras), Progressive Metal (Deine Nähe, do álbum Stille) e, segundo muitos, até de Tango (Malina e Eine Nacht in Ewigkeit, ambas do álbum Echos). Seus integrantes não querem que a banda seja classificada em qualquer estilo musical, pois, como disse Anne Nurmi em uma entrevista, não gostam de ficar aprisionados a uma caixa (estilos musicais).
Quase todas as letras de suas canções são escritas em alemão, mas a partir do álbum Inferno também há letras em inglês (Copycat e Not Every Pain Hurts, entre outras) e em finlandês (Vankina e trechos de Schakal), e também uma versão de Durch Nacht und Flut parcialmente em espanhol, no álbum ao vivo Lichtjahre.
Todas as letras são escritas por Tilo Wolff, exceto por Hohelied Der Liebe, do álbum Lichtgestalt (2005), cuja letra foi retirada da Bíblia Sagrada (Primeira Carta de Paulo aos Coríntios, capítulo 13).
Os principais temas abordados por Lacrimosa são a solidão, tristeza e amor.
Já se apresentaram duas vezes no Brasil (28 de junho de 2004 - Olympia e 4 de outubro de 2007 - CredicardHall, ambos em São Paulo) e duas vezes em Portugal (20 de outubro de 2001 - Teatro Sá da Bandeira e 14 de maio de 2005 - Hard Club, ambos no Porto).
Um site mexicano publicou que Tilo Wolff teria morrido em um acidente aéreo nas proximidades de Hannover, o que foi desmentido pela gravadora, que afirmou que Tilo estava na Suiça, trabalhando nas gravações do novo álbum da banda. 

2009 -  O penúltimo álbum da banda, Sehnsucht, teve seu lançamento dia 8 de maio de 2009, depois de 4 anos sem nenhum novo álbum de estúdio.

2010 - O último álbum da banda chama-se Schattenspiel(jogo de sombras) e é uma coletânea comemorativa dos vinte anos existência de Lacrimosa. Neste álbum composto de dois discos, há canções compostas durante os vinte anos da banda que não foram utilizadas em trabalhos anteriores, músicas ainda não-relançadas e duas músicas inéditas: 'Sellador' e 'Ohne dich ist alles nichts'. O que difere este dos outros álbuns é que nele funde-se o eletrogótico ao metal, o que gerou uma suave e ao mesmo tempo impactante atmosfera darkwave.



Discografia


Anne Nurmi.
 
 
 
Tilo Wolff em concerto com o Lacrimosa.
 
 

Álbuns

  • 1991 - Angst (Medo)
  • 1992 - Einsamkeit (Solidão)
  • 1993 - Satura'(Sacrifício aos Deuses)'
  • 1995 - Inferno
  • 1997 - Stille (Silêncio)
  • 1999 - Elodia (Estrangeiro, outro, prosperidade, riqueza)
  • 2001 - Fassade (Fachada)
  • 2003 - Echos (Ecos)
  • 2005 - Lichtgestalt (Criatura de Luz)
  • 2009 - Sehnsucht (Anseio, mas também pode ser Saudade ou Nostalgia)
  • 2010 - Schattenspiel (Jogo de Sombras)

 

Demos

  • 1990 – Clamor (demo com duas faixas)

 

Compactos

  • 1994 – Schakal (Chacal)
  • 1996 – Stolzes Herz (Coração orgulhoso)
  • 1999 – Alleine zu zweit (Sozinho à dois)
  • 2001 – Der Morgen danach (A manhã seguinte)
  • 2002 – Durch Nacht und Flut (Através da noite e inundação)
  • 2002 – Durch Nacht und Flut - Special Edition (Através da noite e inundação - Edição especial)
  • 2009 - I Lost My Star (Eu Perdi Minha Estrela)
  • 2009 - Feuer (Fogo)

 

EPs

  • 1993 – Alles Lüge EP (Tudo mentira)
  • 2005 – Lichtgestalten EP (Criaturas de luz)

 

Compilações

  • 1998 - Live (Ao vivo)
  • 2002 - Vintage Classix (Coleção de LPs)
  • 2oo7 - Lichtjahre (Ao Vivo) (Anos-Luz)
  • 2009 - Feuer - Fogo
  • 2009 - I lost my star

 

Videografia

VHS

  • 1995 - The Clips 1993 - 1995
  • 1997 - Silent Clips
  • 2000 - The Live History

DVD

  • 2000 - The Live History
  • 2005 - Musikkurzfilme
  • 2007 - Lichtjahre

 

Formação atual:

  • Tilo Wolff - Vocais, teclado
  • Anne Nurmi - Teclado, vocais
  • Yenz Leonhardt - Baixo, vocais
  • Dirrk Wolff - Guitarra
  • Jay P - Guitarra
  • Manne Uhlig - Baterista



Theatres des Vampires




Em 1994, na cidade italiana de Roma, um grupo de jovens músicos, dissidentes da banda Sepolcrum, reuniam-se para dar início a um projeto que, além da proposta musical, buscava uma identidade visual e cultural com o mito dos vampiros. Para tanto, a banda foi batizada como Theatres des Vampires, em alusão às citações das obras da escritora norte-americana Anne Rice.
A primeira demo foi lançada em março de 1995: Nosferatu, Eine Simphonie Des Grauens. Em dezembro iniciaram-se os preparativos do álbum de estréia. Entretanto, a banda enfrentou problemas quando o baterista abandonou a formação no início das gravações. Mas, no ano seguinte, foi lançado o primeiro álbum oficial com o polêmico e sugestivo título Vampyrìsme, nècrophilie, nècrosadisme, nècrophagie. Este álbum traz nove faixas muito próximas do que pode ser classificado como Black Metal. As músicas Ancient Vampires, Woods of Valacchia e Vlad the Impaler deixam claras as referências culturais nas quais a banda se apóia.
Já em 1999, já pela gravadora inglesa Plastichead, o Theatres des Vampires lançou o segundo disco: The Vampire Chronicles. Este álbum soa mais como uma continuidade do primeiro trabalho sem acrescentar grandes inovações e, sem, no entanto, soar repetitivo. Em Londres, o Theatres des Vampires se apresentou no festival Vampyria III. No ano seguinte, a banda já preparava o material de composição do próximo álbum enquanto apresentava-se no famoso festival Gods of Metal, na Itália.
Bloody Lunatic Asylum foi lançado em 2001. Ao longo de suas 11 faixas já é possível perceber os arranjos mais sofisticados e o aprimoramento instrumental e vocal em relação aos primeiros discos. Este álbum inclui, na tradicional temática vampírica adotada pela banda, algumas referências ao satanismo, como nas músicas Dances with Satan e Les litanies de Satan. Em seguida foi lançado o EP Iubilaeum Anno Dracula que contém sete faixas, sendo uma a versão "Club Mix" de Dances with Satan.
Em 2002, o Theatres des Vampires enriqueceu sua discografia com o álbum Suicide Vampire. Com oito faixas e mais duas "Bonus Track", o álbum dá seqüência à reformulação musical iniciada no disco anterior. Suicide Vampire é mais melodioso e menos agressivo que os primeiros trabalhos. A segunda faixa, Lilith Mater Inferorum, recebe uma versão videoclipe.
No ano seguinte, Vampyrìsme é lançado como uma releitura de Vampyrìsme, nècrophilie, nècrosadisme, nècrophagie. Este disco traz ainda quatro "Bonus Track" com a participação de Valor Kand (Christian Death) e Gian Pyres (Cradle of Filth). Neste momento, a banda já passa a ser classificada pela imprensa especializada como Gothic Metal e faz uma turnê européia ao lado de Christian Death. Em 2004, é lançado promocionalmente um "boxset" com quatro álbuns: The Vampire Chronicles, Bloody Lunatic Asylum, Iubilaeum Anno Dracula e Suicide Vampire. Em maio do mesmo ano, é lançado o quinto álbum oficial e inédito.
Nightbreed of Macabria traz quinze faixas e um bônus que podem ser caracterizadas como Gothic Metal; sem, no entanto, abandonar a temática relacionada aos vampiros e ao satanismo. Neste momento, um dos fundadores da banda, Lord Vampyr, abandona a formação. Sonya Scarlet é convidada para substituí-lo. Em seguida, a música Angel of Lust ganha uma versão videoclipe.
As performances live da banda são teatrais e dramáticas, destacando-se em festivais e turnês. Durante os shows, Sonya Scarlet corta-se com uma navalha e oferece o sangue ao público. Obviamente, esta prática passa a ser proibida pelas autoridades por ser considerada um "estímulo ao suicídio e a auto-mutilação".
No ano de 2005, a banda grava e lança o álbum Pleasure and Pain. Nove faixas e dois bônus compõem o sexto álbum oficial que ratifica a proposta Gothic Metal e distancia-se cada vez mais do Black Metal dos anos anteriores. No ano seguinte, é lançado o DVD The Addiction Tour com apresentações ao vivo das performances em Zagreb (Croácia), Londres, Praga e Berlin; além de videoclipes e entrevistas.
Já em 2007, o Theatres des Vampires presenteia os fãs com um álbum duplo: Desire of Damnation. O primeiro CD deste boxset traz apenas gravações ao vivo do tipo "Greatest Hits"; enquanto que o segundo CD traz algumas regravações e outras inéditas. A faixa Bring me Back ganha uma versão videoclipe produzido através da animação gráfica. Entre agosto e setembro, a banda realiza uma turnê latino-americana. A apresentação no Brasil ocorreu no dia oito deste mesmo mês, em São Paulo. Em março de 2008, a banda se apresentou em festivais na Itália e Rússia. Enquanto isso, o próximo trabalho já estava em andamento.
Lançado em maio de 2008, Anima Noir é o álbum mais recente da carreira do Theatres des Vampires. O trabalho traz dez faixas, entre elas a música Rain (originalmente gravada pelo The Cult) como um de seus destaques. A produção demorou seis meses e, segundo a própria banda "Anima Noir traz dez faixas de puro vampirismo, letras românticas, vozes líricas, guitarras e baterias poderosas. Todos os elementos do Theatres des Vampires estão de volta nesta nova produção". Atualmente, a formação da banda é Sonya Scarlet (vocal), Fabian Varesi (teclados), Zimon Lijoi (baixo), Stephan Benfante (guitarra) e Gabriel Valerio (bateria).
Em todos estes anos de carreira, o Theatres des Vampires oscilou entre a agressividade e a violência do Black Metal ao romantismo rebuscado do Gothic Metal, sendo classificada até mesmo como "Vampiric Metal"; enquanto que as letras abordam temas decadentes e românticos, buscando referências em autores como Baudelaire e Rimbaud. Neste período, vários músicos participaram da formação, contribuindo para o crescimento e amadurecimento musical. Mas, de qualquer forma, a banda não perdeu suas referências originais. Pelo contrário, a proposta musical foi fortalecida através da própria temática adotada. Enquanto que a teatralização das performances sobre o palco ajudou a ratificar e potencializar sua identidade para que o Theatres des Vampires ocupe seu merecido destaque no cenário do Metal.

Por Spectrum

http://www.spectrumgothic.com.br/musica/bandas/theatres/bio_theatre...






****

Rammstein



Rammstein é uma banda alemã formada em Berlin em Janeiro de 1994. As músicas são em sua maioria em alemão e podem ser classificadas sob os estilos rock, Industrial metal, NDH e Tanz Metal.

O nome da banda vem de um acidente aéreo acontecido na pequena cidade alemã Ramstein em 1988, durante uma exibição em que três aviões italianos colidiram e caíram em cima da platéia, provocando a morte de setenta pessoas. A banda decidiu então pôr um "M" a mais no nome da banda. "Rammstein" literalmente pode ser traduzido como aríete*. Das bandas que cantam em alemão é a que atingiu maior sucesso fora da Alemanha, principalmente com o segundo álbum "Sehnsucht" (1997), depois com "Mutter" (2001) e "Reise, Reise" (2004), alcançando então o ápice do sucesso. O seu penúltimo trabalho, inicialmente anunciado como "Reise, Reise (vol.2)", acabou por ser denominado "Rosenrot" (2005).O último álbum lançado pela banda chama-se "Liebe ist fur alle da", com destaque para a polêmica musica "Pussy" (que significa sim "vagina") causando mais uma vez polêmica e sucesso ao mesmo tempo e da mesma forma que a banda costuma apresentar-se.

Nota

Se tomar base que "Ramm" é um diminutivo de "Rammen", e que o mesmo, em ingles lê-se "to ram", algo que pode ser traduzido como 1- Calcar, macetar. 2- Meter a força, enfiar. 3-Forçar a passagem/Aceitação e que Stein, na língua Alemã é "Pedra", podemos dizer que Rammstein é algo como martelo, pedra do martelo, algo do género. Se perceber também que eles tem sempre um tom pejorativo quanto a sociedade e governo, pode-se ver que o nome o indica bem.

A maioria de seus membros são oriundos da Alemanha Oriental, especificamente Berlim Oriental e Schwerin.

A banda freqüentemente usa efeitos pirotécnicos, fortes efeitos de iluminação além de um aspecto teatral nos seus concertos, produzindo um visual impressionante mas sobretudo cativante, mesmo para quem não gosta da sua música.



FORMAÇÃO


A formação da Rammstein não se alterou desde o início, excetuando o guitarrista Paul Landers e o tecladista Christian (Doctor Flake) Lorenz, que ingressaram na banda em um segundo momento.

Em 2007, O Rammstein estava inativo; Com isso, Richard Kruspe saiu da banda (temporariamente) para execução do projeto Emigrate. Mas em 2008 Richard voltou a trabalhar junto ao grupo em um novo trabalho.

Till Lindemann - Vocal
Richard Kruspe - Guitarra Solo , Vocal de Apoio
Paul Landers - Guitarra Base , Vocal de Apoio
Oliver Riedel - Baixo
Christoph (Doom) Schneider - Bateria
Christian (Doktor Flake) Lorenz - Teclado



Apresentações em países lusófonos


No Brasil

15 de abril de 1999 - Porto Alegre, Jockey Club
19 de abril de 1999 - São Paulo, Autódromo de Interlagos
15 de outubro de 2005 - São Paulo, Credicard Hall (Cancelado)


Eles somente vieram uma vez ao Brasil, convidados pela banda Kiss para fazer a abertura de seu show em São Paulo e em Porto Alegre
Marcaram em Agosto de 2005 uma turnê para a América Latina que incluía uma apresentação no Brasil, em São Paulo no Credicard Hall para Outubro, mas a turné foi cancelada. Primeiramente, a banda pediu desculpas, divulgadas no site.
Houve diversas especulações de que a causa do cancelamento das apresentações seria o acidente entre Till, o vocalista, e Flake num espectáculo na Europa durante a música Amerika.
Depois de alguns dias, os meios de comunicação especializados divulgaram notícias de que o tecladista da banda Christian Lorenz Flake havia contraído uma doença que ameaçava seu aparelho auditivo. Mais tarde, soube-se que Flake contraíra caxumba e também uma intoxicação alimentar.



Em Portugal

13 de maio de 1998 - Lisboa, Paradise Garage
14 de maio de 1998 - Porto, Hard Club
5 de junho de 2001 - Lisboa, Coliseu dos Recreios
10 de dezembro de 2001 - Lisboa, Pavilhão do Restelo
11 de dezembro de 2001 - Lisboa, Pavilhão do Restelo
13 de julho de 2002 - Caminha, Festival Vilar de Mouros
9 de novembro de 2004 - Lisboa, Pavilhão Atlântico
8 de novembro de 2009 - Lisboa, Pavilhão Atlântico




LETRAS E ESTILO


Os Rammstein não se enquadram num gênero musical específico. O seu estilo é considerado industrial metal, porém os próprios membros da banda chamam seu estilo de "Tanz Metall". Como óbvio na sua música industrial ela está sempre associada a música eletrônica, no caso do Rammstein é mais notável a influência do Techno. Acima de tudo, procuram em cada álbum fazer algo diferente do anterior, não mantendo um estilo. Apesar da banda demonstrar brutalidade na sua imagem, há senso de humor e protesto político nas letras. Algumas letras estão escritas de maneira dúbia, passíveis de terem dupla interpretação, podendo dizer-se que o sentido da letra varia segundo o ouvinte.

No final, são considerados mais como Neue Deutsche Härte (trad.: Nova Dureza Alemã, dureza relacionada com os vínculos ao estilo musical Heavy Metal)



CURIOIDADES


Em 2003 houve uma apresentação da música Mein Herz Brennt pela orquestra sinfônica de Dresden.
Ficaram nus em uma apresentação nos Estados Unidos.
O capa do álbum Sehnsucht foi considerada uma mais controversas de todos os tempos, na classificação do site a capa aparece em nono lugar
A música Mein Teil do álbum Reise, Reise, foi inspirada na história do canibal alemão Armin Meiwes.
Seus álbuns correram risco de censura e até mesmo proibição em 2007 por um órgão de apoio a juventude chamado Kreisjugendpfleger, por serem considerados impróprio para menores.
Na primeira turnê da banda, uma placa escrito Rammstein e pegando fogo se desprendeu do palco diretamente sobre o público, não houve ferimentos graves em ninguém
Na edição européia do álbum "Reise, Reise" existe uma faixa oculta que contém a gravação da caixa preta do voo JAL123 da Japan Airlines momentos antes do avião se despenhar.
O CD Rosenrot é quase todo gravado com faixas excluídas do CD Reise,Reise.
A Turnê Mutter,a mais longa e considerada uma das melhores, é a menos relatada, possui apenas 2 músicas em vídeos oficiais de atuação ao vivo, presentes no DVD Lichtspielhaus.
Todos os CDs possuem edições especiais para o Japão, exigência da gravadora japonesa.
Todos os CDs (com exceção dos Live's) possuem rigorosamente 11 faixas, devido a uma superstição da banda.
Todos os CDs (com exceção dos Live's) possuem o nome de uma música do mesmo, tradição da banda.


Atualmente

Liebe Ist Für Alle Da (em português: "O amor é para todos") é o sexto álbum de estúdio da banda, editado em Estocolmo, lançado a 16 de Outubro na Europa (20 de Outubro do resto do mundo).
É o primeiro álbum de originais após quase quatro anos, contendo onze faixas. Um single denominado "Pussy" foi lançado no dia 18 de setembro.

A faixa-título do álbum vazou na internet em julho. "B******" não significa "bastard", "bollock" ou qualquer outro palavrão da língua inglesa de sete letras iniciado com a letra "B", mas sim "Bückstabü", uma palavra inventada pela banda sem nenhum significado em particular. De acordo com a própria banda, significa "o que você quiser".





DISCOGRAFIA


Miscelânea


São outras canções, realizadas fora dos álbuns oficiais, nos compactos ou em compilações

Jeder Lacht – Chegou a ser tocada nos primeiros shows da banda mas nunca foi lançada oficialmente, apenas como demo.
Schwarzes Glas – Chegou a ser tocada nos primeiros shows da banda mas nunca foi lançada oficialmente, apenas como demo; A música Der Meister do álbum Herzeleid foi baseada nesta canção.
Feuerräder – Do compacto Engel (edição de fan)
Wilder Wein – Do compacto Engel (edição de fan), foi apresentada ao vivo no álbum Live Aus Berlin.
Engel (versão em inglês) – Da versão americana do álbum Sehnsucht, "não é uma tradução".
Du Hast (versão em inglês) – Da versão americana do álbum Sehnsucht, "não é uma tradução".
Das Modell – Do compacto Das Modell.
Kokain – Do compacto Das Modell.
Stripped – Da compilação For the Masses, compacto Stripped e algumas versões do álbum Sehnsucht.
Wut Will Nicht Sterben – Do álbum Wilder Frieden do Die Puhdys, onde Till Lindemann canta como convidado.
Halleluja – Das duas edições limitadas do álbum Mutter e do compacto Links 2 3 4.
Pet Cemetary – Cover do Ramones e do compacto Ich Will
5/4 – É uma faixa instrumental que não foi lançada até 25 de abril de 2002, do single Mutter. Foi executada como intro em muitos concertos da turnê do álbum Mutter.
Pesnja o trevozhnoy molodosti – Cover do Feeling B de uma música de Pakhmutova and Dobronravov, apresentado ao vivo na Rússia.
Schtiel – Cover da Aria, da compilação Schtiel que Till Lindemann e Richard Kruspe escreveram para o 100º aniversário da Harley Davidson, feito para o Moscow 2003 Harley Party.
Amerika (versão em inglês) – Do compacto Amerika, "não é uma tradução".
Helden – Do álbum Worlds Collide do Apocalyptica, onde Till Lindemann canta como convidado.





PREMIAÇÕES E MENÇÕES HONROSAS



Prêmios

1998 – Echo: Melhor vídeo (Engel).
1998 – Viva Comet Awards: Melhor grupo de performance ao vivo.
1999 – Echo: Grupo alemão mais famoso.
2002 – Echo: Melhor grupo de metal ativo.
2002 – Hard Rock Awards: Melhor grupo de rock ativo.
2002 – Kerrang!: Melhor grupo internacional, de performance ao vivo.
2002 – Kerrang!: Melhor show internacional.
2004 – Metal Hammer: Melhor vídeo (Mein Teil).
2004 – Metal Hammer: Melhor álbum (Reise, Reise).
2004 – Metal Hammer: Melhor canção (Mein Teil).
2005 – Echo: Melhor grupo alternativo.
2005 – Echo: Melhor atuação ao vivo, nacional.
2005 – World Music Awards: Artista alemão de melhores vendas.
2005 – Viva Comet Awards: Melhor Vídeo (Keine Lust).
2005 – MTV Europe Music Awards: Melhor grupo alemão.
2005 – Eins Live Krone Awards: Melhor performance ao vivo.
2006 – LEA Awards: Melhor gerenciador de banda (Emanuel Fialik e Pilgrim).
2006 – Echo: Melhor grupo alemão.
2006 – Emma Gaal: Melhor grupo internacional.
2006 – Edison Awards: Melhor música alternativa (Rosenrot).


Nomeações

1998 – MTV Europe Music Awards: Melhor canção banda de rock.
1999 – Grammy Awards: Melhor Performance banda de metal.
2001 – MTV Europe Music Awards: Melhor grupo alemão ativo.
2002 – Melhor vídeo (Sonne).[carece de fontes?]
2005 – Grammy Awards: Melhor performance ao vivo (Mein Teil)
2005 – Kerrang!: Melhor performance ao vivo.
2005 – Neo Awards: Melhor álbum de carregamento remoto.
2005 – Viva Comet Awards: Melhor performance ao vivo.
2005 – MTV Europe Music Awards: Melhor vídeo (Keine Lust).
2006 – Grammy Awards: Melhor performance banda de metal.
2006 – Echo: Melhor performance ao vivo nacional.

Loreena McKennitt



Loreena Isabel Irene McKennitt (Morden, 17 de fevereiro de 1957) é uma cantora canadense. Compositora, pianista e harpista, além de muitos outros dotes artísticos, Loorena é conhecida pelo seu estilo de música em estilo New Age, celta eclético, com tendências do Médio Oriente. Loreena é bem conhecida por seus vocais de sopranos.



BIOGRAFIA


Filha de Jack e Irene Mckennitt, ela é de ascendência irlandesa e escocesa. Loreena, assim como muitas crianças, demonstrou na infância um grande interesse por música. Foi então que Loreena iniciou-se na formação musical e estudou piano clássico por 10 anos e canto durante 5.

Nos anos 70, Loreena já se apresentava em clubes de música e em espetáculos musicais.

Em 1981, Loreena mudou-se para Stratford, Ontario, onde trabalhou como compositora, atriz e cantora no Festival Shakespeareano do Canadá e é onde ela reside atualmente. Seu primeiro álbum Elemental, foi lançado em 1985, e atraiu a atenção mundial por ser um auto-trabalho. Seguiram-se To Drive the Cold Winter Away em 1987, Parallel Dreams em 1989, The Visit em 1991, The Mask and Mirror em 1994, The Winter Garden em 1995 e The Book of Secrets em 1997.

Loreena juntou à cultura celta elementos da música oriental, introduzindo um toque erudito e utilizando instrumentos folclóricos, aliados aos sons eletrônicos obtidos através de sintetizadores. Somado a isto, vocais diáfanos que remetem a eras indefinidas. O resultado desta mistura é o sucesso da canadense.

Sua música "The Mummers Dance", foi um sucesso generalizado, que recebeu consideráveis prêmios e se destacou nas rádios estado-unidenses.

Seu primeiro álbum completo An Ancient Muse, trabalhado em estúdio por nove anos, foi lançado em novembro de 2006.

Todos os seus trabalhos sempre foram idealizados por custeio próprio e sob a marca da produtora Quinland Road, produtora administrada pela própria Loreena.

A Quinland Road não é tão famosa como produtora musical, já que tem apenas como instrumentista e artista a própria Loreena.

Mesmo tendo criado este selo para distribuir seus cds e expandir suas fronteiras, Loreena se associou a Warner que divulgou seu quarto álbum, The Visit, em 31 países. O sucesso foi tanto que Loreena recebeu disco de platina dupla no Canadá, vendeu mais de 800 mil cópias em outros países, sendo que 2 milhões foram só nos Estados Unidos. Em países como Austrália, Nova Zelândia, Itália e Espanha, Loreena ganhou disco de ouro. Mostrando assim que a gravadora de uma única artista é um sucesso que já vendeu mais de 4 milhões de álbuns em mais de 40 países.

Em 1993, sua música tornou-se mais conhecida, época esta em que Loreena excursionou pela Europa, acompanhando Mike Oldfield. Em 1995 sua versão da música Bonny Portmore foi tema de destaque do filme Highlander 3, provocando assim um grande aumento nas vendas ocasionado pelos fãs do filme.

Sua música também foi destaque nos filmes Soldier e Jadie, mas foi no filme The Mists of Avalon, que Loreena alcançou maior notoriedade quando algumas de suas músicas foram selecionadas como parte da trilha sonora da obra, na qual o tema principal era The Mystic's Dream, música da própria Loreena. Vale ressaltar que o filme recebeu uma indicação ao Oscar de melhor trilha sonora. A série televisiva Roar também teve como trilha as músicas de Loreena.

Em 1998, três pessoas próximas a Loreena, entre elas seu noivo, morrem em um acidente de barco na "Georgian Bay", afetando profundamente Loreena, o que a fez fundar a "The Cook-Rees Memorial Fund For Water Search And Safety", e no mesmo ano lançou um álbum ao vivo de duas de sua apresentações , uma Ao Vivo em Paris e a outra Ao Vivo em Toronto. E reverteu todos os lucros para a fundação. Após esse álbum, Loreena não quis publicar nenhum outro álbum até recentemente em 2006, quando lançou An Ancient Muse

Em julho de 2004 o Governador Geral Adrienne Clarkson condecorou Loreena com a Ordem do Canadá, a mais prestigiada ordem para civis.




CURIOSIDADES:


Antes de iniciar um álbum, Loreena costuma estudar bem de perto os locais que vai retratar em suas músicas, antes de criar os discos Elemental e Parallel Dreams, ela viajou para a Irlanda, para ter inspiração do país, da história, folclore, geografia e cultura. O álbum The Mask and Mirror, foi concebido após uma viagem para a Espanha, onde trabalharam na Galiza e estudaram a cultura celta da Espanha, juntamente com as suas abundantes raízes árabes. O resultado foi um álbum incluindo elementos da música celta e árabe. De acordo com as notas de seu último álbum, An Ancient Muse, este foi inspirado principalmente por viajar e ler sobre as diversas culturas ao longo da Silk Road.
Loreena McKennitt é muitas vezes comparada com a cantora irlandesa Enya, mas Loreena tem uma música mais fundamentada na tradicional e clássica invocações, com obras literárias como fontes de letras e springboards de interpretação, como "The Lady de Shalott" por Lord Tennyson, "Prospero's Speech" (o solilóquio final do personagem Prospero, da comédia "A Tempestade" de Shakespeare), "Snow", por Archibald Lampman, William Blake, "Lullaby", Yeats, "The Stolen Child", e "The Highwayman", de Alfred Noyes.
Em Setembro de 2006, McKennitt realizou ao vivo em Alhambra um show. O desempenho foi gravado pela PBS e, em Agosto de 2007, foram lançados três discos DVD / CD intitulados "Nights from the Alhambra".
Durante seus estudos musicais, Loreena teve também interesse em ser veterinária. Apesar de serem ocupações distintas, a influência pela veterinária foi devido ao fato de seu pai ser um comerciante de gado em Morden, Manitoba. Mas o amor pela música foi mais forte, fazendo assim com que Loreena abdicasse da veterinária.
Loreena vendeu mais de 14 milhões de albuns mundialmente.





DISCOGRAFIA:


Álbuns

Elemental (1985)
To Drive the Cold Winter Away (1987)
Parallel Dreams (1989)
The Visit (1991)
The Mask and Mirror (1994)
A Winter Garden (1995)
Live in San Francisco at the Palace of Fine Arts (1995)
The Book of Secrets (1997)
Live in Paris and Toronto (1998)
An Ancient Muse (2006)
Nights from the Alhambra (2007)
"A Midwinter Night`s Dream" (2008)
"The Secred Gates" (2008)
"Mummers' Dance Through Ireland" (2009)


Pequenas gravações

A Winter Garden: Five Songs for the Season (1995)
Live in San Francisco (1995)
Words and Music (1997)
[editar] Singles
"The Lady of Shalott" (1991)
"All Souls Night" (1991)
"Courtyard Lullaby" (1991)
"Greensleeves" (1993)
"The Bonny Swans" (1994)
"Santiago" (1994)
"The Dark Night of the Soul" (1994)
"The Mystic's Dreams" (1995)
"God Rest Ye Merry, Gentlemen" (1995)
"The Mummers' Dance" (1997) #18 Billboard Hot 100, #17 Billboard Modern Rock [3]
"Marco Polo" (1998)
"Caravanserai" (2006)
"Penelope's Song" (2007)
"The Seven Rejoices of Mary" (2008)
"Noël Nouvelet!" (2008)


Vídeos

The Mummers' Dance (1997)
The Bonny Swans
Nights from the Alhambra (2007, concerto ao vivo)
A Moveable Musical Feast (2008, documentário sobre sua turnê na América do Norte)





Site Oficial:

http://www.quinlanroad.com/