A VIDA É O QUE FAZEMOS DELA!

terça-feira, 10 de agosto de 2010

KINGDOM HOSPITAL



 
Título Original: Kingdom Hospital - The Entire Series - (Box c/ 4 DVDs) - EUA 2004

Atores: Andrew McCarthy, Bruce Davison, Diane Ladd.
Diretor: Stephen King

Sinopse: Stephen King apresenta Kingdom Hospital é a nova série dramática de suspense com 15 horas de duração desenvolvida diretamente para TV pelo mestre do terror premiado e autor de bestsellers. Utilizando a mini-série dinamarquesa de Lars Von Trier Riget (também conhecida como The Kingdom, um hospital com uma população bizarra que inclui um segurança que inclui um segurança quase cedo, uma enfermeira que frequentemente desmaia diante de sangue e um artista paraplégico cuja recuperação depende de um milagre. Quando os pacientes e a equipe do hospital escutam a voz de choro uma menina sendo torturada pelos corredores, eles não se preocupam com misticismo ou poderes sobrenaturais...mas com o perigo que correm.




Kingdom Hospital ou também conhecido como "Stephen King´s Kingdom Hospital" era uma minissérie baseado na obra de Lars Von Trier´s chamada “The Kingdom”, que foi desenvolvida pelo escritor de terror Stephen King, em 2004 para a televisão norte-americana. O espetáculo foi apresentado originalmente nos Estados Unidos pela rede ABC, num total de 13 episódios, de aproximadamente 45 minutos cada e no Brasil pela televisão a cabo AXN. Ao todo, a minissérie teve 594 minutos de duração. A história girava em torno do fictício Kingdom Hospital localizado em Lewiston, em Maine, local que no passado havia sido um moinho que fabricava uniformes militares durante a guerra civil norte-americana e que também servia como um hospital, que havia sofrido dois terríveis incêndios. O primeiro aconteceu ainda durante a guerra quando o fogo destruiu o local matando dezenas de crianças que eram atendidas ou internadas. O segundo incêndio aconteceu quando o local, reerguido como hospital e onde um médico inescrupuloso fazia experiências horripilantes em seus pacientes. Por isso mesmo, o hospital também era conhecido como “Old Kingdom” (Velho Reino) e também devido à natureza turbulenta, onde aconteciam fenômenos paranormais, tais como mortos vagando por todo o hospital, entre outras, além de refletir em seu logotipo um punhal estilizado, predizendo o que viria pela frente. A história tem início quando a Sra. Druse solicita ao Dr. Hook para que ele investigue a verdade sobre o hospital e seu misterioso motivos envolvendo álcool, inclusive de uma menina muito jovem, que matou um garoto adolescente ateando fogo nele e também sujeitando o mesmo a experiências terríveis. Num outro local, Peter Rickman, um pintor que trabalha no hospital sofre um acidente numa estrada, onde acaba sofrendo sérios danos ao cérebro e na espinha começa a descobrir os horríveis acontecimentos em sua mente enquanto permanece no quarto de número 426. O espetáculo ainda incluem um chefe arrogante da cirurgia, o Dr. Stergman, que pertence a uma sociedade secreta conhecida como os “Keepers” (Guardiões). A série ficou muito famosa por seu delineamento tangencial e os diversos personagens periódicos, num tom de drama novelesco. Escrita basicamente como uma minissérie, mas muitos fãs desejavam ardentemente uma continuação para uma segunda temporada, a qual Stephen King já havia preparado um “storyboard” dela. Apesar as boas avaliações do espetáculo no início, as expectativas foram diminuindo ao final do espetáculo, o que derrubou por completo sua continuação.

                                                                    
                                                                  *


Stephen King apresenta "Kingdom Hospital" é a nova serie dramática de suspense com 15 horas de duração desenvolvida diretamente para a TV pelo mestre do terror premiado e autor de bestsellers. Utilizando a mini-série dinamarquesa de Lars Von Trier Riget (também conhecida como The Kingdom) como inspiração, King conta a aterrorizante história de The Kingdom, um hospital com uma população bizarra que inclui um segurança quase cego, uma enfermeira que freqüentemente desmaia diante de sangue e um artista paraplégico cuja recuperação depende de um milagre. Quando os pacientes e a equipe do hospital escutam a voz de choro uma menina sendo torturada pelos corredores, eles não se preocupam com misticismo ou poderes sobrenaturais.... mas com o perigo que correm.


Série completa.

Episódios

Disco 1:
Venha a Nós o Vosso Reino (piloto com duas horas): Espíritos assombram um hospital que foi construído sobre o local de um trágico incêndio num moinho. O artista Peter Rickman é atormentado por visões depois de entrar no hospital como vitima de um acidente. Inclui comentário opcional com Stephen King, Craig Baxley, Mark Carliner e James Tichenor.

Reino da Morte: equanto um acidente acontece com o assaltante de Rickman, Dr. Stegman insiste com o Dr. Hook para dispensar a sra. Druse.

Beijo da Despedida: enquanto sra. Druse e o Dr. Hook tentam entrar em contato com os fantasmas, um assassino condenado que planeja sair da prisão chega ao hospital.

Disco 2:
O Outro Lado da Meia Noite: a sra. Druse estimula a morte de um paciente terminal a fim de ajuda-la a contatar o fantasma de Mary.

O reino de Hook: Dr. Hook mostra a Chris o seu lar nas profundezas do velho hospital e o Dr. Stegman melhora suas técnicas cirúrgicas em um paciente sem teto.

O Jovem e o Sem Cabeça: Rolf é pressionado a eliminar Peter e a sra. Druse e a congregação do Dr. Stegman na fraternidade secreta do hospital o leva a encarar a rotina de horror do Kingdom.

Ruídos Sinistros: Um ataque do coração leva um advogado ao Kingdom.

Disco 3:
Sem Coração: O advogado Sheldom Fleisher arranja um esquema para que fique no topo da lista de transplante de órgãos.

Mão Furada: Peter e Mary se unem para salvar um jogador de basquete veterano suicida do mundo espiritual subterrâneo do Kingdom.

No Terceiro Dia: A crucificação do reverendo Jimmy dá início a uma série de milagres.

O Dia dos Ataques: Suas respectivas buscas por um relatório incriminador continuam a colocar Dr. Hook e Dr. Stegman um contra o outro.

Disco 4:
Deveria ter Ficado na Cama: Sra. Druse é intimada a uma sessão para impedir um terremoto; a verdade coloca em risco a carreira de Dr. Stegman.

Episodio Final (com duas horas): A sessão da sra. Druse envia um resgate de volta no tempo para tentar alterar o destino trágico do Kingdom.







Kingdom Hospital é uma série de televisão produzido por Stephen King.


A série conta a história de um hospital que foi reconstruído após dois terríveis incêndios. O primeiro aconteceu ainda durante a Guerra de Secessão, que atingiu uma fábrica, onde crianças trabalhavam em condições precárias. Praticamente todas elas morreram durante o incidente. O segundo incêndio destruiu o velho kingdom, um hospital onde um médico inescrupuloso realizava experimentos horríveis em pacientes.
Stephen King, o legendário mestre do horror, impõe seu estilo assustador neste drama assombrado por fantasmas de crianças, psiquiatras e cirurgiões sinistros e manifestações bizarras da natureza.
Em Kingdom Hospital, Stephen King estréia como produtor de uma série de TV e mostra que seu talento vai muito além das páginas.













CURIOSIDADES

 
- O motorista que pára no auxílio de Peter Rickman está dirigindo uma caminhonete "Nozz-o-la" - uma soda mencionada nos livros "Dark Tower", mais especialmente no livro IV: "Wizard and Glass".
- O comercial que Johnny B. Goode - Stephen King - está assistindo é o mesmo que apareceu na minissérie "Tempestade do Século"
- A cena onde Peter Rickman é atropelado é bem parecida com a descrita no livro de memória de Stephen King, "On Writing", na passagem em que relata seu atropelamento. A diferença é que o homem é mais velho, e ele parou para ajudá-lo...
- Em um dos episódios, a esposa de Peter está lendo "Misery", livro de autoria de Stephen King.
- No episódio 12, um personagem está fazendo uma poção usando a receita de um livro chamado "Love potions, charms and spells", escrito por Barlow e Straker. Esses são os nomes dos vilões do conto "Salem´s Lot", de Stephen King.




Nenhum comentário:

Postar um comentário